Notícias

Pesquisa que mede o nível de confiança das sociedades é apresentada na FGV

No dia 10 de março foi realizado na FGV um evento em que ocorreu a apresentação dos resultados brasileiros da Pesquisa Global TRUST BAROMETER, com a apresentação do professor Marco Tulio Zanini, da FGV/EBAPE, especialista no tema confiança e liderança em grandes empresas, e o CEO da Edelman Significa, Yacoff Sarkovas.

Trata-se de uma pesquisa aplicada que acontece todos os anos em 28 países, com aproximadamente 33 mil entrevistas, que mede o nível de confiança das sociedades em quatro segmentos: empresas, governo, ONGs e mídia.
 
A economia está baseada na confiança que as pessoas possuem nas instituições do pais. Este ano, a pesquisa revela uma mudança importante na expectativa do público informado sobre o comportamento dos CEOs. Ao mesmo tempo em que cresceu significativamente a expectativa geral sobre a atuação destes líderes empresariais, houve uma mudança notável da relevância das questões a serem endereçadas: da eficiência operacional e retornos financeiros para a expectativa de padrões éticos superiores do comportamento dos executivos e regras de compliance nas empresas. Certamente, essa mudança reflete a crise nas relações entre governo e empresas, que está em curso no pais. ”, comentou Marco Tulio Zanini.

 height=263 src=/sites/ebape.fgv.br/files/Edelman-Trus-Barometer1.jpg width=350 /></p>
<p> 	2016-03-14 10:43:47<br />
2891	EBAPE premia melhores alunos da graduação<br />
<p style=text-align: center;>A Escola de Administração Pública e de Empresas da FGV (EBAPE) realizou, no dia 29 de fevereiro, a cerimônia de Premiação dos Melhores Rendimentos Acadêmicos dos alunos dos cursos de graduação da Escola. Pela primeira vez, estudantes do <a href=http://graduacaotecnologica.fgv.br/cursos target=_blank>Ensino a Distância</a> também foram premiados.</p>
<p>A cerimônia contou com palestra transmitida via webcasting do professor da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da FGV (EAESP), <a href=http://www.fgv.br/eaesp/curriculo/dol_mini_curriculum.asp?num_func=4773&cd_idioma=2 target=_blank>Samy Dana. </a>Após o evento, os estudantes premiados foram convidados para comemorar as medalhas em um almoço no restaurante Fogo de Chão com o diretor da Escola, professor <a href=http://ebape.fgv.br/corpo-docente/flavio-vasconcelos>Flavio Vasconcelos</a>, com o vice-diretor, professor <a href=http://ebape.fgv.br/corpo-docente/alvaro-cyrino>Alvaro Cyrino</a>, com o pró-reitor da FGV, Antonio Freitas, com o coordenador do curso de Graduação, <a href=http://ebape.fgv.br/corpo-docente/edson-kondo>Edson Kondo </a>e pelo Chefe do Centro de Graduação, <a href=http://ebape.fgv.br/corpo-docente/henrique-neto>Henrique Heidtmann Neto</a>.</p>
<p>O objetivo é sinalizar para nossa comunidade que nossa premiação é parte de um conjunto de incentivos que procura valorizar o mérito e o esforço de nossos estudantes que fazem parte dos cursos de Graduação da EBAPE. Essa ação tem se mostrado muito importante, pois tem incentivado nossos discentes a estudar melhor, destacou o Chefe do Centro de Graduação da EBAPE, Prof. Henrique Heidtmann Neto.</p>
<p>Semestralmente, a EBAPE premia os <a href=http://ebape.fgv.br/programas/graduacao/quadro-honra>10 melhores alunos das graduações</a> com bolsas de estudo. O 1º e o 2º colocados têm direito à Bolsa Mérito de 100%; já o 3º e 4º ganham bolsa de 90%; 5º e 6º têm direito a 80%; 7º e 8º colocados ganham bolsa de 70%; e o 9º e 10º colocados ganham bolsa de 60%. Primeiro lugar nas últimas três edições da premiação, Yara Duque Silva destaca que seu bom resultado é fruto de uma mescla de esforço pessoal, qualidade de professores da EBAPE e da FGV como um todo, além do apoio de familiares e amigos</p>
<p>“Entrar na lista dos maiores CR's não é tarefa fácil e exige muito tempo, esforço e comprometimento. Mas, receber esse prêmio me faz refletir que a minha caminhada, além do esforço dos meus pais em subsidiar um ensino particular, pelo menos até agora, valeu a pena. Tive a sorte de estar em uma turma e ter um grupo de amigos que estuda junto e está sempre disposto a se ajudar e se apoiar. Aprendemos e ensinamos uns aos outros e acho que a colaboração foi peça chave do meu sucesso”, conclui.</p>
<p> 	2016-03-11 13:20:23<br />
2890	Workshop promovido pela RAP em parceria com JPART reúne acadêmicos da área de administração pública (AP)<br />
<p style=text-align: center;>A Revista de Administração Pública (RAP) promoveu no dia 26 de fevereiro de 2016 o workshop internacional “International Research in Public Administration: building bridges for rigorous and relevant research” em parceria com o Journal of Public Administration Research and Theory & Public Management Research Association (JPART), um evento organizado pela editora-chefe da RAP, profa. <a href=http://ebape.fgv.br/corpo-docente/alketa-peci>Alketa Peci.</a></p>
<p>Os participantes tiveram a oportunidade de assistir as palestras com os representantes internacionais da principal revista na área de Administração Pública –JPART como também especialistas na área de AP: Bradley E. Wright (Editor do JPART); Carolyn Heinrich (Ex-Editora do JPART); Donald Moynihan (Presidente da Associação de Pesquisa em Gestão Pública) e Phil Kangas (Consultor - Governo e Setor Público Global). </p>
<p>Foram debatidas questões pertinentes aos âmbitos da AP, Governabilidade e as suas repercussões/elegibilidades no Brasil e no mundo, Globalização, as tendências, questões editoriais e estruturais para a escrita de artigos. O evento representou uma oportunidade para os acadêmicos e pesquisadores na área de Administração Pública / Gestão Pública visando a construção de conexões com as principais revistas de AP e o destaque para as pesquisas envolvendo as questões-chave. </p>
<p>O workshop foi conduzido em inglês com espaço para debates entre os participantes e conferencistas. </p>
<p>Segue a programação do evento com acesso aos <strong>slides</strong> das apresentações.</p>
<p><a href=/sites/ebape.fgv.br/files/1 - Donald Moynihan Presentation.pdf target=_blank>Public Management Research Association (PMRA) Perspectives (Donald Moynihan)</a><br /><a href=/sites/ebape.fgv.br/files/2 - Bradley E. Wright Presentation.pdf target=_blank>Current Practice, Globalization and Trends (Bradley E. Wright)</a><br /><a href=/sites/ebape.fgv.br/files/3 - Carolyn J. Heinrich Presentation.pdf target=_blank>Leading themes in public administration research and cross-national research opportunities (Carolyn Heinrich)</a><br /><a href=/sites/ebape.fgv.br/files/4 - Donald Moynihan Presentation_2.pdf target=_blank>Research on public administration:  Topics of interest (Donald Moynihan)</a></p>
<p style=text-align: center;>Confira <a href=https://youtu.be/iPqEadf98ac target=_blank><strong>AQUI </strong></a>o vídeo do evento na íntegra.</p>
<p> 	2016-03-10 16:09:26<br />
2887	Professora da EBAPE analisa consequências da desigualdade entre homens e mulheres<br />
<p style=text-align: center;>No dia 8 de março foi comemorado o dia internacional da mulher. Mais que um dia dedicado a elas, a data representa a luta sobre equidade de gênero que ainda parece longe do fim. Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontam que mulheres recebem, em média, 74,5% dos salários dos homens no país. A professora da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da FGV (EBAPE), <a href=http://ebape.fgv.br/corpo-docente/carmen-migueles>Carmen Migueles</a>, analisou a situação da mulher brasileira no mercado de trabalho atual e as disparidades de oportunidades e salários com os homens.</p>
<p>“Ainda há muita desigualdade entre homens e mulheres, mas a questão principal da discussão de gênero em termos de política pública fica fora de foco se olharmos só para empresas. As empresas são só uma parcela disso. Na realidade há uma sub-representação de mulheres nas empresas brasileiras. Mais de 57% delas não têm nenhuma mulher em cargo de liderança. Não estamos falando só de cargos de alta administração, como presidência e diretoria, mas mesmo gerências médias. O número de mulheres em posição de comando é ruim no Brasil e andamos para trás. Já fomos melhores. Com a crise, a maior parte das pessoas que perderam emprego foram mulheres”, alertou a professora.</p>
<p>Para ela, a consequência disso vai muito além de uma questão de justiça entre gêneros ou de uma agenda feminista. Segundo estudos das Nações Unidas e do Banco Mundial, há uma correlação direta entre desigualdade de gênero, miséria crônica e fragilização da infância.</p>
<p>“A miséria no mundo tem gênero. Cerca de 90% dos miseráveis do mundo são mulheres e crianças com menos de 10 anos dependentes dessas mulheres. Se nós queremos erradicar a miséria crônica, melhorar a educação e reduzir a violência, nós precisamos reduzir a vulnerabilidade das mães”, explicou.</p>
<p>No Brasil não é diferente. De acordo com a professora, mais de 38% dos lares são sustentados por uma mulher sozinha. O alto índice de abandono por homens, somado à dificuldade que a justiça e o Estado têm de fazer com que esses homens deem suporte ao sustento desses filhos, coloca tanto a mulher quanto a criança em situação de vulnerabilidade.</p>
<p>“Essa mulher que foi largada pelo marido com filho pequeno e tem dificuldade de fazer com que esse homem pague a pensão precisa colocar a criança em uma situação de vulnerabilidade, deixando com vizinho, desconhecido, pra poder trabalhar e minimamente dar o que comer a ela e à criança. São dados muito alarmantes e que de muitas maneiras deixam em situação vulnerável os homens também, pois os filhos dessas mulheres sofrem uma série de violências e serão reprodutores dessa violência no futuro”, destacou.</p>
<p>Carmen ainda vai além. O tema equidade de gênero não deveria ser uma luta exclusiva das mulheres. Em sua visão, o país inteiro perde com a desigualdade entre homens e mulheres. Pesquisas do Banco Mundial mostram que há uma correlação estatística direta entre equidade de gênero e performance na economia. Em outras palavras, países desiguais são pobres e não há nenhuma exceção quanto a isso.</p>
<p>“Quando o Banco Mundial coloca a igualdade de gênero como meta do milênio é porque a questão da mulher é causal para uma série de outros problemas, inclusive a dificuldade de educar as pessoas para uma cultura de mais tolerância. Essa criança criada em uma situação de vulnerabilidade mais facilmente reproduz discriminação, preconceito e violência porque ela não teve acesso a uma educação estruturada”, concluiu.</p>
<p style=text-align: center;><img src=/sites/ebape.fgv.br/files/professora_ebape_carmen_migueles_site_2.jpg height=450 width=300 /></p>
<p> 	2016-03-09 10:18:52<br />
2886	Edição Temática do Cadernos EBAPE.BR – Epistemologia e Sociologia da Ciência da Administração<br />
<p style=text-align: center;>Acaba de ser lançada a nova edição temática do periódico Cadernos EBAPE.BR (<a href=http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/cadernosebape/issue/view/3102 target=_blank>Vol. 14, no.1 de 2016</a>), apresentando aos seus leitores artigos provenientes dos <a href=http://coloquioepistemologia.com.br/downloads_category/anais2014/ target=_blank>trabalhos apresentados em 2014</a> no <a href=http://coloquioepistemologia.com.br/ target=_blank>Colóquio Internacional de Epistemologia e Sociologia da Ciência da Administração</a>. O editor convidado deste número é o professor <a href=http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4781520E0 target=_blank>Maurício Serva</a> da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Coordenador do Colóquio e do <a href=http://www.redeord.com target=_blank>Núcleo Organizações, Racionalidade e Desenvolvimento.</a></p>
<p>Único evento regular inteiramente dedicado aos temas da epistemologia e da sociologia da ciência, o colóquio vem atraindo pesquisadores de todas as regiões do Brasil, bem como de diversos países, tornando a cidade de Florianópolis um centro aglutinador de esforços para o avanço científico da administração. O colóquio concentra estudos voltados prioritariamente para as seguintes áreas: análise epistemológica da administração; análise epistemológica de domínios específicos; racionalidade nas organizações; e sociologia da ciência da administração. A originalidade dos trabalhos apresentados a cada ano reflete a busca de novos caminhos para a ciência das organizações e da gestão, bem como o livre debate sobre a ciência elaborada no passado, a que se faz no presente e as suas perspectivas futuras. Neste sentido, o colóquio se tornou um espaço acolhedor e ao mesmo tempo provocador para os cientistas organizacionais que almejam debater, contribuir e cooperar para o aperfeiçoamento do seu campo, ensejando uma ação coletiva sem precedentes a partir do tema da epistemologia.</p>
<p>Com a presente edição, pela segunda vez veiculada no Cadernos EBAPE.BR, o periódico concede a sua contribuição altamente significativa ao evento e, sobretudo, ao desenvolvimento do campo da administração numa perspectiva internacional, a partir de um espaço criado e consolidado em nosso país por cientistas brasileiros.</p>
<p>A introdução e contribuição de cada artigo aprovado para publicação neste número temático é contemplada pelo editor convidado no artigo: <a href=http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/cadernosebape/article/view/58437/56921 target=_blank>“A Contribuição do Colóquio Internacional de Epistemologia e Sociologia da Ciência ao Campo da Administração no Brasil”</a> .</p>
<p>Convém informar que a partir desta edição, a revista apresenta uma nova roupagem para os artigos, um design mais dinâmico e com a configuração de imagens sempre que possível condizentes às respectivas temáticas dos artigos.</p>
<p>O editor da revista, Prof. <a href=http://ebape.fgv.br/corpo-docente/fernando-tenorio>Fernando G. Tenório</a>, o editor convidado Prof. Maurício Serva e a equipe editorial formada por Fabiana Braga Leal e Anderson Ricci desejam uma boa leitura e a incitação ao debate do tema proposto.</p>
<p style=text-align: center;><img src=/sites/ebape.fgv.br/files/Capturar_35.JPG height=247 width=600 /></p>
<p> 	2016-03-08 10:44:41<br />
2884	Resultados sobre confiança da sociedade serão apresentados na FGV<br />
<p style=text-align: center;>A FGV promove, no dia 10 de março, às 8h30, a apresentação dos resultados brasileiros do Edelman Trust Barometer 2016. Baseado em 33 mil entrevistas, este é um dos mais importantes estudos globais que medem o nível de confiança das sociedades de 28 países. A abertura do evento ficará por conta do professor da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da FGV (EBAPE), <a href=http://ebape.fgv.br/corpo-docente/marco-tulio-zanini>Marco Túlio Zanini</a> e os resultados do estudo serão apresentados pelo CEO da Edelman Significa, Yacoff Sarkovas.<br /> <br />Realizado há 18 anos, o estudo tem como proposta aferir a confiança das pessoas em relação em relação a empresas, governo, ONGs e mídia. O indicador é uma importante ferramenta que auxilia na compreensão das expectativas da sociedade brasileira em suas instituições em relação as outras sociedade, e as expectativas do mercado corporativo em particular.<br /> <br />Os resultados globais apontam que a diferença de confiança está diretamente ligada à desigualdade de renda, atingindo a marca de 26 pontos no Brasil. Outro dado que chama atenção é que em mais de dois terços das nações pesquisadas, menos de metade dos inquiridos acreditam que vão melhorar de vida no prazo de cinco anos.<br /> <br />Antes da apresentação dos resultados, o professor da EBAPE, Marco Túlio Zanini fará a palestra de abertura. Autor do livro “Confiança – O principal ativo intangível de uma empresa”, o docente vai abordar o valor da confiança para a economia organizacional e dos benefícios da adoção de um estilo de gestão fundamentado nesse princípio.<br /> <br />O evento é aberto ao público. Os interessados em assistir à apresentação dos resultados devem se <strong><a href=https://pt.surveymonkey.com/r/2RS9W8N target=_blank>inscrever pelo site</a>.</strong></p>
<p style=text-align: center;><img src=/sites/ebape.fgv.br/files/Edelman.JPG height=576 width=500 /></p>
<p> 	2016-03-03 12:39:52<br />
2882	Alunos do MAP e do MEX participam de curso na Universidad de Chile<br />
<p style=text-align: center;>Alunos dos cursos de Mestrado da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da FGV (EBAPE) participaram do curso “El Modelo Chileno de Desarrollo”, realizado na Universidad de Chile, em Santiago, de 18 a 22 de janeiro. Essa foi mais uma oportunidade oferecida pela Escola para que os estudantes vivenciem uma experiência acadêmica internacional em seu período de férias.</p>
<p>24 alunos da EBAPE, do <a href=http://ebape.fgv.br/programas/mex/apresentacao>Mestrado Executivo em Gestão Empresarial (MEX)</a> e do <a href=http://ebape.fgv.br/programas/map/apresentacao>Mestrado Profissional em Administração Pública (MAP)</a> participaram do curso.  O grupo foi acompanhado pelo coordenador do MEX, professor <a href=http://ebape.fgv.br/corpo-docente/joaquim-rubens>Joaquim Rubens</a>, e pela assessora do departamento de <a href=http://ebape.fgv.br/internacional/relacoes-internacionais>Relações Institucionais </a>da Escola, Evelyn Oliveira. Um diferencial deste programa foi a participação no curso e nas visitas de outros 17 mestrandos da própria universidade chilena que ajudaram a compor um ambiente multicultural e enriqueceram os debates em sala.</p>
<p>Segundo o aluno do MAP, João Melo O programa foi uma grande aula de conhecimento sobre a América Latina, tanto por meio das palestras quanto na interação com os alunos. Podemos ver que há muita coisa desenvolvida acontecendo ao nosso redor que pode ser adaptada e integrada no Brasil.</p>
<p>O programa procurou congregar temas do campo público e privado e para isso foram abordados assuntos como o sistema político do Chile, políticas do comércio exterior, modelo econômico, e estratégias e alianças público-privada entre outros temas que ajudaram a ilustrar o modelo de desenvolvimento seguido naquele país.</p>
<p>Os alunos ainda tiveram a oportunidade de visitar a Comisión Económica para América Latina y el Caribe (CEPAL), onde puderam conhecer a atuação da importante instituição econômica das Nações Unidas, e a ONG Socialab, que vem se destacando por seus trabalhos de incentivo a empreendimentos disruptivos e sustentáveis voltados para o desenvolvimento social. Houve ainda espaço para visitas culturais que, além do city tour, contou ainda com a ida ao importante Museo de la Memoria y los Derechos Humanos, que guarda um acervo sobre os difíceis anos de ditadura, e a visita à Vinã Santa Cruz, local na região do Colchagua.</p>
<p>“O módulo foi uma excelente oportunidade para conhecer a forma de atuação do governo chileno em relação às suas alternativas de crescimento econômico nas últimas décadas, bem como as perspectivas e desafios daquele país para os próximos anos. O convívio com alunos chilenos na mesma turma foi uma experiência enriquecedora e nos possibilitou conhecer um pouco melhor a cultura chilena, que é muito interessante”, destaca Silvania Godoi Ferreira, aluna do MEX.</p>
<p>Nos últimos anos, a EBAPE tem proporcionado uma série de cursos intensivos no exterior, seguindo uma estratégia de fortalecer a experiência internacional a seus alunos. A realização de uma atividade como essa em país da América Latina teve como propósito incentivar a reflexão e discussão de questões do âmbito regional e seus reflexos globais, permitindo aos alunos compreender como um país próximo e com níveis de desenvolvimento semelhantes lida com seus problemas e oportunidades.</p>
<p> 	2016-03-02 10:30:19<br />
2880	Professor da EBAPE avalia rebaixamento do Brasil pela agência Moody’s<br />
<p style=text-align: center;>A agência Moody’s rebaixou a nota do Brasil no último dia 24 de fevereiro. Com a medida, o país deixa de ter o grau de investimento nas três principais agências de classificação de risco do mundo. Segundo a agência, o corte na nota se deu pela previsão de deterioração da dívida pública em um cenário de baixo crescimento, com destaque para os indicadores de dívida do Brasil. O professor da Escola de Administração Pública e de Empresas da FGV (EBAPE), <a href=http://ebape.fgv.br/corpo-docente/istvan-kasznar>Istvan Kasznar</a>, avaliou a atual situação das contas públicas.</p>
<p>Para o professor, quando os analistas de entidades desse tipo olham para as contas do Brasil do ponto de vista macroeconômico e avaliam a combinação de alta da inflação persistente e forte próximo a 10%, 11%; uma taxa de juros que chega a 14% na base, mas que para cartão de crédito chega a 443% ao ano, somada a uma forte recessão e desemprego crescente, elas passam a questionar como estará esse país no futuro.</p>
<p>“Quando se faz esse tipo de combinação e percepção questiona se o futuro, pergunta se como estará esse país no futuro. É bem verdade que temos mais de R$ 370 bilhões em reservas internacionais, mas o que não pega bem é uma crise política gigantesca, a possibilidade de impeachment da presidente, e outros problemas como a corrupção muito grande que se instala. Ao rebaixar-se a nota, os investidores de papeis financeiros de empresas brasileiras se sentem atemorizados e aí então o investimento virá muito mais lentamente no Brasil, a capacidade de captarmos recursos de fora serão mais difíceis. Então isso vai encarecer o Brasil no futuro e vai ter mais pressão para as nossas taxas de juros permanecerem altas por aqui. Isso não é bom negócio e é uma infelicidade que nos arrastará para uma recessão ainda maior, a menos que venhamos a reagir a isso tudo e façamos o dever de casa”, disse.</p>
<p style=text-align: center;><img src=/sites/ebape.fgv.br/files/risco-moodys.jpg height=262 width=500 /></p>
<p> 	2016-03-01 12:32:27<br />
2833	EBAPE realiza seminário internacional sobre prospectiva estratégica para organizações<br />
<p style=text-align: center;>Nos dias 24 e 25 de fevereiro, das 18h30 às 21h30, a Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da FGV (EBAPE) realiza o Seminário Internacional “Prospectiva Estratégica – Como pensar e construir o futuro da organização”, na sede da FGV no Rio de Janeiro. O evento, que será ministrado, no primeiro dia em francês (com tradução simultânea) e no segundo dia em inglês, irá reunir especialistas da área para debater novas tendências de estratégias para organizações.</p>
<p>A abertura dos dois encontros será realizada pelo vice-diretor da EBAPE, Álvaro Cyrino. Primeira palestra do evento, “Criando futuros em um mundo em mutação” irá discutir a prospectiva estratégica e suas diferenças em relação ao foresight, além de megatendências e mutações globais. Michel Godet, professor emérito do Conservatoire National des Arts et Métiers – CNAM/Paris, fundador e diretor da rede La Prospective.fr, será o palestrante; e Eduardo Marques, ex-gerente de Relações Internacionais da FGV e representante da rede La Prospective.fr no Brasil, o moderador.</p>
<p>No segundo dia do encontro, a palestra “Problemas e métodos da prospectiva - o site Laprospective.fr. Ferramentas online e seu uso” será ministrada por François Bourse, professor do Conservatoire National des Arts et Métiers/Paris, diretor de Estudos do Grupo Futuribles. A moderação será realizada por Eduardo Marques.</p>
<p style=text-align: center;><a href=http://www.fgv.br/eventos/?P_EVENTO=2659&P_IDIOMA=0><strong>INSCREVA-SE!</strong></a></p>
<p> 	2016-02-29 11:43:53<br />
2874	Professor da EBAPE é eleito para direção de programa da ONU que incentiva o ensino da sustentabilidade<br />
<p style=text-align: center;>O professor da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da FGV (EBAPE), <a href=http://ebape.fgv.br/corpo-docente/savio-bittencourt>Sávio Bittencourt</a>, foi eleito para o board do Chapter Brazil do <a href=http://prmebrazil.com.br/ target=_blank>Principles for Responsible Management Education (PRME)</a>. A nova direção foi escolhida durante o encontro realizado na ISAE, conveniada da FGV em Curitiba. O programa é uma iniciativa das Nações Unidas (ONU) que visa incluir o ensino da sustentabilidade nas escolas de Administração do mundo.</p>
<p>Criado em 2006, o PRME é composto de seis princípios básicos que devem ser disseminados entre os signatários: propósito, valores, metodologia, pesquisa, parceria e diálogo. Trata-se de uma força-tarefa internacional que envolve universidade e representantes das principais escolas de negócios e instituições acadêmicas.</p>
<p>A EBAPE é signatária do PRME e participa de reuniões trimestrais para o aprofundamento do intercâmbio de experiências sobre o ensino e pesquisa da sustentabilidade no Chapter Brazil. Além do professor Sávio, o novo board é composto por Norman de Paula Arruda Filho (ISAE/FGV), Ricardo Siqueira (FDC), José Antonio Fares (SESI/PR) e Leandro Morilhas (FIA).</p>
<p style=text-align: center;><img src=/sites/ebape.fgv.br/files/savio_bittencourt_professor_ebape_3.jpg height=457 width=372 /></p>
<p> 	2016-02-29 10:02:28<br />
2873	Professor da EBAPE comenta referendo que visa permitir reeleição de presidente da Bolívia<br />
<p style=text-align: justify;>Após três mandatos que já totalizam 10 anos, o presidente da Bolívia Evo Morales não parece disposto a deixar a chefia do poder executivo do país. O mandatário busca viabilizar, por meio de um referendo, a possibilidade de concorrer novamente ao cargo que ocupa desde 2006. O professor da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da FGV, Carlos Pereira, concedeu entrevista para a Globo News sobre o assunto.</p>
<p>“A América Latina como um todo espantou as saídas autoritárias que eram muito comuns na primeira metade do século XX. Nós superamos esse problema relacionado a democracia eleitoral. A América Latina toda elege de forma representativa e legítima seus presidentes. O grande problema da América Latina é como ‘se livrar’ desses presidentes eleitos, porque uma vez no poder eles querem se perpetuar. E o que é fundamental para a qualidade da democracia é a alternância do poder. A permanência de forma indefinida de líderes e elites políticas colocam em risco a democracia. Essa é uma demanda legítima da oposição boliviana e uma preocupação que América Latina tem que pensar mecanismos regimentais para diminuir esse risco. Quando uma elite política tem pretensões de se perpetuar no poder abre precedentes para comportamentos oportunistas”, destacou o professor.</p>
<p><strong><a href=http://g1.globo.com/globo-news/jornal-globo-news/videos/v/cientista-politico-comenta-referendo-sobre-reeleicao-de-presidente-da-bolivia/4829482/ target=_blank>Confira AQUI</a> a matéria na integra.</strong></p>
<p style=text-align:center><img alt=

2016-02-26 11:20:17
2862 Ex-aluna da EBAPE ganha Prêmio Ozires Silva de Empreendedorismo Sustentável

Mestra pelo MAP – Mestrado Profissional em Administração Pública da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da FGV (EBAPE), Gabriella Di Felicio conquistou o primeiro lugar na categoria Empreendedorismo Ambiental da 9ª edição do Prêmio Ozires Silva de Empreendedorismo Sustentável, com o projeto “Get a ride!, um aplicativo de caronas corporativas”, em cerimônia realizada na última quarta-feira, dia 17 de fevereiro, em Curitiba.

O projeto consiste em uma plataforma mobile que permite os usuários compartilharem a capacidade ociosa de seus carros ao mesmo tempo em que dá à empresa a possibilidade de emitir relatórios sobre a quantidade de emissões que estão sendo evitadas por meio dos caronas.

Gabriella ganhou o prêmio ao lado de mais cinco integrantes da equipe, entre eles, Luana Vianna Monteiro e Ana Paula Harris de Melo, que fizeram os MBAs em Gerenciamento de Projetos e Negócios Internacionais e Comércio Exterior pela FGV, respectivamente, e Marcela Franklin, que concluiu o curso de atualização Fundamentos de Logística, também pela FGV.

O evento é uma iniciativa do Instituto Superior de Administração e Economia (ISAE) e do Grupo Paranaense de Comunicação (GRPCom), com apoio do Sebrae/PR e Itaipu Binacional, e é considerado o principal prêmio brasileiro de Empreendedorismo e Sustentabilidade. Seu objetivo é reconhecer os principais projetos nas áreas que contribuam para o desenvolvimento da sociedade.

“Estamos felizes pela conquista do prêmio, nos deu fôlego para continuar. Agora estamos trabalhando intensamente para concretizar o projeto, e estudando formas e propostas para captar recursos financeiros”, comemorou Gabriella.

O prêmio, que leva o nome em homenagem ao ex-ministro da Infraestrutura e ex-presidente de instituições como Embraer e Petrobras, é dividido em quatro categorias: Empreendedorismo Social, Empreendedorismo Ambiental, Empreendedorismo na Educação e Empreendedorismo Econômico, e conta com modalidades nas áreas Empresarial (empresa de micro e pequeno porte, empresa de médio porte, empresa de grande-médio e grande porte), Comunidade Acadêmica (graduação e pós-graduação) e Pessoa Física.

2016-02-25 11:05:54
2844 Professor avalia déficit do Rioprevidência em matéria publicada no jornal O Globo

O Rioprevidência – Fundo de Pensão de aposentados e pensionistas do Estado do Rio de Janeiro – passa por sérias dificuldades financeiras, com déficit de R$ 12,2 bilhões. Passando por restruturação desde 2013, a expectativa é que o fundo só atinja o equilíbrio em 2050. em 22 de fevereiro, o professor da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da FGV (EBAPE), Kaizô Beltrão, avalia o caso como um problema estrutural.

“Na hora da constituição do fundo, não tinham ativo suficiente para lastrear todo o futuro”, disse.

Leia AQUI matéria na íntegra.

2016-02-24 12:04:56
2843 A primeira edição de 2016 da RAP já está disponível para leitura

A edição corrente da Revista de Administração Pública (RAP), volume 50, número 1, já está disponível para leitura. Sob a gestão da atual Editora-Chefe, professora Alketa Peci, empenhou-se neste primeiro número de 2016 em apresentar uma coerência na integração dos artigos por um eixo comum, ou seja, uma ênfase maior em fatores humanos e culturais em vários processos que permeiam a dinâmica do setor público. Esta concatenação é visível na apresentação dos seis artigos aprovados para publicação nesta edição e o manuscrito apresentado na nova seção da revista – Fórum Perspectivas Práticas.

A RAP está introduzindo um formato inovador com o fórum Perspectivas Práticas, cujo principal objetivo é a dedicação aos trabalhos de relevância prática e reflexões para a administração pública brasileira.

No editorial, Alketa Peci apresenta os desafios imposto pela busca de equilíbrio entre uma pressão quantitativa, reflexo do produtivismo acadêmico, e a qualidade de debates que focam na identidade da Administração Pública propriamente dita. A preocupação na revisão dos manuscritos com a atuação no estado da arte da literatura de administração pública (AP), via incorporação de artigos nacionais e internacionais publicados em revistas da área. Enfatiza-se a importância desta demanda, porque a missão da RAP é a consolidação da afinidade do campo de administração pública e não apenas a publicação de trabalhos que assumem a AP como lócus.

O resultado desta pressão traduz-se numa pauta diversificada de publicações na revista, que pode tornar-se um obstáculo ao estabelecimento de dialógicos temáticos, conceituais ou metodológicos – centrais para fundamentar uma pesquisa relevante e rigorosa em administração pública.

A Revista de Administração Pública (RAP) é um dos mais importantes e influentes periódicos da área. Criada em 1967, a sua missão é concentrar esforços para servir de instrumento indispensável ao aperfeiçoamento continuado de pesquisadores, professores, gestores e atores sociais e políticos comprometidos com a efetividade e a equidade da ação pública.

2016-02-23 13:37:42
2835 EBAPE premiará melhores alunos do curso de Graduação em Administração

O Centro de Graduação em Administração da FGV/EBAPE premiará, no dia 29 de fevereiro, os melhores alunos do 2º semestre de 2015 do curso da Graduação. Serão concedidas 10 bolsas de estudos aos estudantes que obtiveram o Coeficiente de Rendimento (CR) mais alto durante o período. A cerimônia será realizada no auditório do 12º andar, às 10h30, na sede da Fundação Getulio Vargas (Botafogo - RJ) e contará com a presença da Diretoria e dos gestores do programa de graduação da EBAPE.  Os nomes dos beneficiados só serão conhecidos no dia da premiação. Para comemorar tal feito, os alunos serão convidados para um almoço com a Direção da EBAPE, que ocorrerá no mesmo dia, na churrascaria Fogo de Chão. 

A concessão da Bolsa Mérito é realizada da seguinte maneira: 1º e 2º colocados ganham bolsa de 100%; 3º e 4º colocados ganham bolsa de 90%; 5º e 6º colocados ganham bolsa de 80%; 7º e 8º colocados ganham bolsa de 70%; e o 9º e 10º colocados ganham bolsa de 60%.

2016-02-18 09:48:08
2832 Mestrado Executivo em Gestão Empresarial da EBAPE promove aula inaugural da turma 2016

A Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da FGV (EBAPE) realizou, no dia 28 de janeiro, a aula inaugural da nova turma do Mestrado Executivo em Gestão Empresarial (MEX).

Os novos mestrandos foram apresentados à Escola pelos professores Alvaro Cyrino, Vice-diretor da EBAPE; Joaquim Rubens, Coordenador do MEX, Roberto Pimenta, Coordenador do Mestrado Profissional em Administração Pública (MAP); e Henrique Heidtmann Neto, Chefe do Centro de Graduação. Na ocasião, os alunos puderam conhecer o funcionamento do curso e demais atividades complementares que compõem o programa.

Com uma trajetória consolidada ao longo de 13 anos, o MEX é um programa de mestrado profissional em administração de empresas recomendado pela CAPES/MEC com nota máxima (5). O curso tem contribuído para o desenvolvimento de profissionais com interesse no campo da gestão empresarial a partir de seu objetivo, que é o de promover a inovação nas empresas brasileiras, por meio da interação entre a prática e a pesquisa aplicada.

2016-02-18 08:38:06
2834 WORKSHOP RAP e JPART: “International Research in Public Administration: building bridges for rigorous and relevant research”

A Revista de Administração Pública (RAP), uma publicação da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da Fundação Getulio Vargas (FGV-EBAPE) está promovendo o workshop internacional em parceria com o Journal of Public Administration Research and Theory & Public Management Research Association (JPART). O periódico JPART é classificado como o mais importante na área de Administração Pública com um fator de impacto de cinco anos de 3.574 de acordo com o Journal Citation Reports® (Thomson Reuters, 2015).   

 O workshop organizado pela Editora-Chefe Profa.

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação e utiliza tecnologias como cookies para armazená-las e permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações, acesse o nosso Aviso de Cookies e o nosso Aviso de Privacidade.