Os recursos foram liberados: é preciso liberar e mobilizar a burocracia

Foto da notícia -

A emergência imposta pela pandemia do Covid-19 impõe a superação imediata do legalismo reinante no setor público brasileiro e a construção de soluções inovadoras de implementação de políticas emergenciais, já aprovadas no Congresso Nacional. Instrumentos e capacidades já existentes no setor público brasileiro, precisam ser adaptadas a partir de um formato inovador, mobilizando diversos atores e fazendo uso de novas tecnologias, sob a coordenação do governo.

 

Cada dia de atraso no processo de entrega dos recursos emergenciais aos seus destinatários legítimos, implicará em cidadãos passando fome e necessidades básicas, empresas falidas, desempregados e, principalmente, vidas perdidas.

 

Este é o tema do artigo publicado pela professora e pesquisadora da FGV EBAPE, Alketa Peci.

 

Leia o artigo na íntegra.

 

A A A
High contrast