Notícias

07/04/2022

Câmara dos Deputados cria grupo de trabalho sobre a adoção do semipresidencialismo no Brasil e convida o pesquisador da FGV EBAPE, Octávio Amorim Neto.

Os cientistas políticos, convidados para o grupo de trabalho da Câmara dos Deputados sobre a adoção do semipresidencialismo no país, Octávio Amorim Neto da FGV EBAPE; Daniel Sarmento da UERJ; e Alan Daniel de Lacerda da UFRN, apoiaram a adoção de consulta pública à população sobre a mudança no sistema de governo, segundo matéria publicada dia 6 de abril, na Agência Câmara Notícias.

Na reportagem, Octávio Amorim Neto ressalta que o semipresidencialismo soluciona o problema criado por presidentes que não são hábeis para formar uma maioria parlamentar. Pelo semipresidencialismo, o presidente eleito partilha o poder com um primeiro-ministro, que precisa ter o apoio do Congresso. Para o cientista político, o Congresso vem ganhando protagonismo desde 2015, principalmente sobre a execução do Orçamento.

“Independentemente de quem virá a ser eleito presidente em 2022, este fortalecimento, principalmente no que diz respeito ao Orçamento, dificilmente será revertido. Então a questão é que este poder mais forte tem que ter mais responsabilidade executiva e perante a Nação”, afirmou o especialista.

Para acessar o conteúdo na íntegra, acesse o link.

Octavio Amorim é doutor em Ciência Política pela Universidade da Califórnia, campus de San Diego; Mestre em Ciência Política pelo IUPERJ; graduado em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atualmente, é professor titular da Escola de Administração Pública e de Empresas (FGV EBAPE), da Fundação Getulio Vargas, no Rio de Janeiro. Suas pesquisas tratam de instituições políticas comparadas, Brasil, América Latina, Portugal, elaboração de política externa, e relações civis-militares e política de defesa

Galeria: 

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.