Notícias

11/10/2022

Alunos da FGV apresentam projetos de startups durante Pich Day, do curso de empreendedorismo da FGV EBAPE

Visão de negócio, análise de mercado e estudo de viabilidade estiveram na pauta de apresentação dos alunos de graduação da FGV, durante a 6ª edição do Pitch Day, etapa de conclusão da disciplina de empreendedorismo. O evento, promovido em parceria entre o Venture Lab da FGV EBAPE e a FGValley, foi realizado no dia 22 de setembro, na sede da FGV EBAPE.

O evento contou com a participação do coordenador do Mestrado em Gestão Empresarial, um dos mentores do programa de empreendedorismo, professor Augusto Sales, e da banca de avaliadores formada pelo fundador da Parcelex e alumnus MEX da FGV EBAPE, Helio Lemos; do diretor da Méliuz, fundador do Alterbank, Vinicius Frias; e o presidente da FGValley, Gabriel Mendes.

Durante o evento, os discentes da FGV aplicaram os conhecimentos e orientações obtidos para estruturar 10 projetos de startups. Os jovens apresentaram em rodadas de pitchs, com duração de 3 minutos, potenciais projetos de startups com riqueza de detalhes. Os estudantes defenderam o valor dos produtos e serviços, apontaram diferenciais com base em análise de concorrência, e surpreenderam pelo alto nível de execução dos pitchs, em termos de planejamento, oratória e desenvoltura.

Os avaliadores ficaram impressionados com a qualidade dos projetos apresentados:

“Acho importante esse engajamento e o entendimento dos alunos ao colocar em prática todo o aprendizado obtido. Foi fantástico ver que realmente entregaram o prometido. No final, eles conseguiram estruturar projetos de negócios que, se pararem para discutir após as aulas, muitos podem até executar o plano que foi desenhado”, ressalta o empresário Hélio Lemos, fundador da Parcelex.

Na visão do fundador do Alterbank, o empresário Vinícius Frias, ao relembrar seus tempos de graduação, destaca que não teve nada parecido na época. “Segui a carreira empreendedora sem ter esse aprendizado, sem ter essa vivência mínima dentro de uma universidade. Percebi que os alunos da FGV estão com um nível muito superior ao que eu tinha em idade próxima a deles. A qualidade das entregas é muito boa. Os alunos estão muito bem encaminhados para essa questão do empreendedorismo, trouxeram vivência de mercado, sabem fazer um bom pitch e têm boas condições para negociar com investidores”.

Para desenvolver os projetos de startup, os estudantes recebem treinamento, em estilo bootcamp, no qual suas ideias são transformadas em casos de negócios reais. Além de terem acesso a ferramentas que os ajudam no desenvolvimento dos projetos, os alunos contam com as orientações dos professores da FGV EBAPE em linha com metodologia proprietária de desenho e construção de negócios.

O Venture Lab da FGV EBAPE é um projeto de incubadora e laboratório acadêmico de startups, projetado para que estudantes e ex-alunos investiguem e testem oportunidades de mercado, bem como desenvolvam ideias e explorem formas de acelerar seus empreendimentos. Não são cobradas taxas dos participantes ou participação acionária nos empreendimentos dos alunos.

Galeria: 

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação e utiliza tecnologias como cookies para armazená-las e permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações, acesse o nosso Aviso de Cookies e o nosso Aviso de Privacidade.