Centro de Estudos em Sustentabilidade e Gestão de Excelência (CESGE)

Centro de Estudos em Sustentabilidade e Gestão de Excelência (CESGE)

O Centro de Estudos em Sustentabilidade e Gestão de Excelência (CESGE), foi criado em agosto de 2011 para apoiar as organizações públicas e privadas brasileiras no desenvolvimento de conhecimento específico orientados para obterem ganhos de produtividade e competitividade. Assim, por meio de pesquisa aplicada, o CESGE atua no ajuste de metodologias de gestão importadas de outros contextos culturais e institucionais para o Brasil.

No ano de 2018, fechamos um ciclo de pesquisas em gestão na FGV EBAPE que abre novas possibilidades de ganhos de produtividade e competitividade. Nossas pesquisas hoje comprovam que os fatores intangíveis, como confiança e cultura, são os que melhor explicam a baixa produtividade e baixa competitividade das organizações brasileiras. E os resultados são promissores desde o nível mais macro, em que encontramos forte correlação entre a baixa competitividade e a baixa confiança utilizando e cruzando indicadores globais, até o nível mais micro, onde conseguimos isolar os fatores de gestão que, internamente na organização geram inúmeras perdas não mensuráveis.

As análises do baixo impacto e baixo retorno dos investimentos em educação e infraestrutura em produtividade e competitividade mostram que, embora, para o senso comum, esses sejam os fatores críticos para a alavancagem da nossa economia, os fatores críticos são internos às nossas organizações. Naturalmente, a qualidade das instituições e a incerteza decorrente têm impactos negativos sobre os riscos e decisões empresariais. Mas há um grande espaço de atuação para gestores que compreendam essas oportunidades.

Essas descobertas são relevantes para as organizações brasileiras e podem servir de base para que a pesquisa aplicada orientada para a produtividade e para o crescimento a partir da gestão. Desta forma, alinhados à missão da FGV EBAPE: “Construir e disseminar conhecimento em administração, fortalecendo a sinergia entre o público e o privado, formando profissionais capazes de influenciar, com rigor conceitual e metodológico, o pensamento e as práticas relevantes para o desenvolvimento do Brasil” o CESGE tem como objetivo principal promover e compartilhar o conhecimento nos temas relacionados às suas linhas de pesquisa prioritárias, apoiando as organizações brasileiras nos esforços de gestão da mudança necessários para avançarmos na direção de resultados superiores em várias áreas.

 

Objetivos do Centro
  1. Produção de Conhecimento (realização de pesquisa aplicada);
  2. Capacitação (compartilhamento dos resultados de pesquisas e suas implicações praticas), troca de experiências entre pesquisadores, executivos e grupos de estudos, e participação no desenvolvimento de metodologias de gestão dos fatores críticos de sucesso;
  3. Compartilhamento e Difusão (eventos, webinar e outros recursos de difusão digital);
  4. Expansão e Influência (participação dos executivos das organizações parceiras do CESGE em mesas e fóruns de debates que reforçam o valor da sua marca como parceira da ciência aplicada no Brasil, ampliando a reputação dos seus membros e o raio de influência dessas ideias).

As Atividades do Centro estão comprometidas em:

  1. Divulgar os resultados e a relevância de pesquisas aplicadas para as organizações públicas e privadas no Brasil.
  2. Gerar exemplos positivos e resultados da aproximação das organizações com o mundo acadêmico.
  3. Apoiar as organizações nessa aproximação, aumentando a sua capacidade de influência sobre outras organizações, nas redes de relacionamento relevantes para o seu sucesso, pela força do seu exemplo e pelo compartilhamento dos seus resultados.
  4. Aumentar a influência das pesquisas e dos pesquisadores para gerar maiores resultados para a sociedade.
  5. Apoiar o desenvolvimento de executivos para tenham maior capacidade de atingir resultados superiores em decorrência da pesquisa aplicada.
  6. Apoiar o desenvolvimento da influência de executivos sobre as mudanças necessárias para a economia brasileira.

Para que, juntos, possamos:

  1. Iniciar um movimento capaz de alavancar as inovações nas organizações brasileiras, com suporte para a gestão consistente de mudanças.
  2. Reduzir os riscos das operações (industriais, logísticas e comerciais) no Brasil, melhorando a governança das nossas organizações sobre esses fatores.
  3. Apoiar as organizações na gestão dos seus ativos e passivos intangíveis para a redução das perdas não mensuradas e ganhos de competitividade, produtividade e inovação.
Linhas de Pesquisa

O CESGE possui atualmente 3 (três) linhas prioritárias de pesquisa aplicada:

Coordenação

A coordenação do Centro de Estudos em Sustentabilidade e Gestão de Excelência (CESGE) é de responsabilidade dos professores:

Coordenadora: Profa. Carmen Migueles

Coordenador Adjunto: Prof. Marco Tulio Zanini

Adesão - Valores

Entre em contato por e-mail para informações sobre os valores de adesão.

 

CONHEÇA A PRODUÇÃO DO CENTRO

LIVROS
  1. MIGUELES, C. ZANINI, Marco Tulio (Org.). O Elo Perdido – Cultura, Produtividade e Competitividade. Rio de Janeiro: FGV Editora, 2021.
  2. ZANINI, M.T.; Migueles, C. Almeida, A. L. CALDAS, S. L. BORGES, A. P. . Gestão Integrada de Ativos Intangíveis - Cultura, Liderança, Confiança, Marca e Reputação. 2a. ed. São Paulo: Saraiva, 2017.
  3. ZANINI, M.T.. Confiança - O Principal Ativo Intangível de uma Empresa. 2a. ed. Rio de Janeiro: FGV Editora, 2016.
  4. ZANINI, M.T.; Migueles, C. Doing Business in Brazil. 1. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2016.
  5. MIGUELES, C. ZANINI, Marco Tulio (Org.). Excelência em Gestão Pública, Espaços para Atuação. 1a. ed. Rio de Janeiro: Alta Books, 2015.
  6. ZANINI, M. T. MIGUELES, C. COLMERAUER, M. A Ponta da Lança. 1. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2014.
  7. MIGUELES, C. ZANINI, Marco Tulio (Org.). Liderança baseada em valores. 1a. ed. Rio de Janeiro: Editora Campus, 2009.
  8. ZANINI, M.T. Gestão Integrada de Ativos Intangíveis. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2009.
  9. MIGUELES, C.; LAFRAIA, J. R. B. ; COSTA, G. Criando o hábito da excelência. 1. ed. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2007.
  10. ZANINI, M.T. CONFIANÇA - O Principal Ativo Intangível de uma Empresa. 1. ed. São Paulo: Campus Elsevier, 2007.
  11. MIGUELES, C. Responsabilidade social X responsabilidade cultural: buscando soluções que funcionem em nosso contexto. 2007.
  12. MIGUELES, C. (org). Antropologia do consumo: casos brasileiros. 1. ed. Rio de Janeiro: FGV Editora, 2007.
  13. ZANINI, M.T.. Trust within Organizations of the New Economy. 1. ed. WIESBADEN: DUV- Deutscher Universitäts-Verlag, 2007.
  14. MIGUELES, C. Pesquisa. Por que administradores precisam entender disto?. 1. ed. Porto Alegre: Nova Harmonia, 2004.
CAPÍTULOS DE LIVROS
  1. ZANINI, M.T. Trust Management. In: Stock-Homburg, R.; Wolff, B. (Org.). Handbuch Strategisches Personalmanagement. Wiesbaden: Gabler Verlag, 2011.
  2. ZANINI, M.T.. Trust in the new information economy. In: Petra Grimm; Rafael Capurro. (Org.). Wirtschaftsethik in der Informationsgesellschaft - Eine frage des Vertrauens?. Stuttgart: Franz Steiner Verlag, 2007.
ARTIGOS CIENTÍFICOS
  1. ZANINI, MARCO TULIO; MIGUELES, CARMEN. Confiança em contratos relacionais: um estudo teórico. CADERNOS EBAPE.BR (FGV), 2019.
  2. MIGUELES, CARMEN; ZANINI, MARCO TULIO & LAFRAIA, J. R. (2019). Safety and Risk Management at Work: The Search for Culturally and Institutionally Embedded Solutions. Available at SSRN 3492673.
  3. ZANINI, MARCO TULIO; MIGUELES, Carmen Pires. (2018, August). Building trust in a high Power Distance context: the role of the perception of integrity in shared leadership. In Academy of Management Conference, Chicago, August.
  4. MIGUELES, CARMEN; ZANINI, MARCO TULIO. The volitional nature of motivation and cultural creativity: an anthropological investigation. CADERNOS EBAPE.BR (FGV), 2018.
  5. ZANINI, MARCO TULIO; CONCEICAO, M. N.; MIGUELES, CARMEN PIRES. Uma análise dos antecedentes de confiança no líder numa unidade policial de operações especiais. RAP. Revista Brasileira de Administração Pública, 2018.
  6. SALES, A. C. S. ; ZANINI, M.T. Investigating the deal making failure in M&A: deal makers’ perspective in Brazil. REVISTA DE ADMINISTRAÇÃO (FEA-USP), 2017.
  7. TUBENCHLAK, D. B.; ZANINI, M.T.; Goldszmidt, R.; LIMA, D. F. P. Motivações da Comunicação Boca a Boca Eletrônica Positiva entre Consumidores no Facebook. RAC. Revista de Administração Contemporânea (Impresso), 2015.
  8. ZANINI, M.T.; Colmerauer, M. ; LIMA, D. F. P. . A Influência do Estilo de Liderança Consultiva nas Relações de Confiança e Comprometimento no BOPE/RJ. Revista de Administração (FEA-USP), 2015.
  9. ZANINI, MARCO TULIO; MIGUELES, CARMEN PIRES. O papel mediador entre confiança e desempenho organizacional. Revista de Administração (FEA-USP), 2014.
  10. MIGUELES, CARMEN PIRES; SOMAVILLA, V.; GAMA, C. Descobrindo um oceano azul com a força de trabalho feminina. HSM Management, 2014.
  11. ZANINI, MARCO TULIO; MIGUELES, CARMEN PIRES; COLMERAUER, M.; MANSUR, J. Os elementos de coordenação informal em uma unidade policial de operações especiais. RAC. Revista de Administração Contemporânea, 2013.
  12. ZANINI, M.T.; MUSANTE, M. Trust in The Knowledge Economy. The Journal of Business & Industrial Marketing, 2013.
  13. ZANINI, MARCO TULIO; MIGUELES, CARMEN PIRES. Trust as an element of informal coordination and its relationship with organizational performance. Economia (Brasília), 2013.
  14. ZANINI, M.T.; LUSK, Edward J.; Wolff, Birgitta. Confiança dentro das Organizações da Nova Economia: uma Análise Empírica sobre as Consequências da Incerteza Institucional. RAC. Revista de Administração Contemporânea, 2009.
  15. ZANINI, M.T.; LUSK, Edward J.; Wolff, Birgitta. Trust within Brazilian New Economy Organizations: an Empirical Investigation of Gender Effects Benchmarked on Brazilian Old Economy Organizations. BAR. Brazilian Administration Review, 2009.
  16. ZANINI, M.T.; Almeida, A. L. The impact of environmental uncertainty on trust relationships. Revista de Administração (FEA-USP), 2009.
  17. Marcos P.O.; ZANINI, M.T.; Paulo Tarso Vilela Resende. CONFIANÇA E MONITORAMENTO NA INTEGRAÇÃO DE CADEIAS DE SUPRIMENTOS. Revista de Negócios (Online), 2009.
  18. ZANINI, M.T. Confiança Organizacional como Chave para a Coordenação Implícita e para a Construção do Capital Intangível. Cadernos EBAPE.BR (FGV), 2007.
  19. ZANINI, M.T. Os Efeitos da Incerteza sobre as Relações de Confiança na Nova Economia Informacional. Revista Portuguesa e Brasileira de Gestão (Rio de Janeiro), 2006.
  20. ZANINI, M.T. Relações de Confiança nas Empresas da Nova Economia Informacional: Uma Avaliação dos Efeitos da Incerteza sobre o Comportamento Organizacional. Cadernos EBAPE.BR (FGV), 2005.
  21. MIGUELES, Carmen Pires. O estudo da cultura organizacional: as dificuldades estão no objeto ou nas formas de defini-lo? Cadernos EBAPE.BR (FGV), Portugal e Brasil, 2003.
  22. MIGUELES, C. O exercício do poder pelos administradores e a motivação dos empregados: algumas considerações teóricas sobre esta relação. RAP. Revista Brasileira de Administração Pública, 1999.
  23. MIGUELES, C. Strategies and Circunstances of Socialization in an Industrial Organization. Shakai Gakko Ronshuu, Tóquio, 1999.
TEXTOS EM JORNAIS DE NOTÍCIAS/REVISTAS
  1. MIGUELES, CARMEN PIRES; ZANINI, MARCO TULIO. Baixa Produtividade tem a ver com Confiança. Valor Econômico, 2018.
  2. ZANINI, M.T. Kimberly Clark Brasil e o Estilo de Gestão baseado em Confiança. HSM Management, v. 2, p. 24-30, 2013.
  3. ZANINI, M.T. Brazil Rushes Headlong into Popular Revolt. SPIEGEL ONLINE, Alemanha, 11 jul. 2013.
  4. ZANINI, M.T.; GELLI, F. O 'Zeitgesit' e a Nova Bússola. HSM Management, 2012.
  5. MIGUELES, Carmen Pires. A Metamorfose Organizacional. HSM Management, 2012.
  6. ZANINI, M.T.; PINHEIRO NETO, A.; Colmerauer, M. O BOPE E A EXCELÊNCIA OPERACIONAL. HSM Management, 2011.
  7. ZANINI, M.T.; Irigaray, H.A.R.; Migueles, C. Confiança como elemento de coordenação informal. In: Transformare, 2011, Paris. Transformare Conference, 2011.
  8. MIGUELES, CARMEN PIRES; ZANINI, MARCO TULIO. Sua empresa já fez Diagnóstico de Intangíveis? HSM Management, 2012.
  9. MIGUELES, Carmen Pires. Por uma nova ordem nas relações de trabalho. Dom (Fundação Dom Cabral), 2009.
  10. MIGUELES, C. A Meritocracia Financeira e a Destruição das Virtudes do Capitalismo. Dom (Fundação Dom Cabral), 2009.
  11. ZANINI, M.T. Gestão Integrada de Ativos Intangíveis. Dom (Fundação Dom Cabral), v. 08, p. 84-91, 2009.
  12. ZANINI, M.T. A Natureza dos Estilos de Gestão: entre o Medo e a Confiança. Dom (Fundação Dom Cabral), 2009.
  13. ZANINI, M.T. Gestão para o que não se mede. HSM Management, 2009.
  14. ZANINI, M.T.; Almeida, A. L. Consequences of Environmental Uncertainty on Trust. In: 13th International Conference on Corporate Reputation, Brand, Identity and Competitiveness, 2009, Amsterdam. Consequences of Environmental Uncertainty on Trust, 2009.
  15. ZANINI, M.T. Confiança dentro das Organizações da Nova Economia: Uma Análise Empírica sobre os Efeitos da Incerteza Institucional. In: Enanpad, 2008, Rio de Janeiro-RJ. XXXII ENANPAD, 2008.
  16. ZANINI, M.T. A Confiança na base da Cultura Organizacional. Dom (Fundação Dom Cabral), 2008.
  17. ZANINI, M.T. Gestão de Pessoas na Era do Conhecimento. Dom (Fundação Dom Cabral), 2008.
  18. ZANINI, M.T.; LUSK, Edward J. ; Wolff, Birgitta . Vertrauen und Erfolg. Personalwirtschaft -Magazin fur Human Resources, Berlin Alemanha, 2008.
  19. MIGUELES, C. Para que precisamos de Líderes?. Dom (Fundação Dom Cabral), 2008.
  20. MIGUELES, Carmen Pires. Responsabilidade cultural e governança social - desafios para o amadurecimento democrático do Brasil. Revista Governança Social, do Instituto de Governança Social -IGS, Belo Horizonte, 2008.
  21. MIGUELES, Carmen Pires. A Arte (e o Valor) da Diversidade. Melhor Gestão de RH - edição especial do CONARH, São Paulo, 2008.
  22. MIGUELES, Carmen Pires. Segurança: uma questão de consciência. Aracruz em Revista, Vitória, 2008.
  23. ZANINI, M.T. Gestão de carreiras - Relações de Confiança. Estado de Minas, Belo Horizonte - MG, 2008.
  24. ZANINI, M.T. Gestão Integrada de Ativos Intangíveis. Consumidor Moderno, São Paulo, 2008.
  25. ZANINI, M.T. Confiança: O Ativo Intangível das Empresas. Dom (Fundação Dom Cabral), 2007.
  26. MIGUELES, Carmen Pires. Encontro de Gerações e Desafios do Mercado. Informativo do Centro de Integração Empresa-Escola, Vitória, 2007.
  27. ZANINI, M.T. Confiança como Ativo Intangível na Nova Economia. Caderno de Idéias, (Fundação Dom Cabral), 2006.

 

CONHEÇA A EQUIPE DO CENTRO

Carmen Migueles

Coordenadora

  • Doutora em Sociologia das Organizações
  • Mestre em Antropologia do Consumo pela Universidade de Sophia, Tóquio, Japão, 1990.
  • Historiadora pela PUCRS, 1985.

Professora e Pesquisadora Sênior da FGV EBAPE nas áreas de Cultura Organizacional, Cultura de Segurança, Liderança, Gestão Integrada de Ativos Intangíveis e Gestão da Mudança. Professora nos programas de Mestrado em Gestão Empresarial, programas internacionais IMPM, CIM (Corporate International Master’s) – Mestrado Internacional, aliança da FGV EBAPE com a Georgetown University – McDonough School of Business (EUA) e ESADE (Espanha). Coordenadora da Pesquisa Cultura e Produtividade (2002-2018). Professora visitante na Otto-von-Guericke Universität Magdeburg, Alemanha, no departamento de gestão internacional – desde 2003. Foi professora exclusiva da Fundação Dom Cabral de 2007 a 2010. Em gestão pública, foi Secretária de Cultura do município de Duque de Caxias.

Consultora especialista no Diagnóstico Estratégico de Intangíveis Organizacionais. É sócia-diretora da Symballein consultoria. Atuou como consultora em várias empresas nacionais e multinacionais nos temas cultura organizacional, desenvolvimento organizacional e desenvolvimento de lideranças.

Marco Tulio Zanini

Coordenador Adjunto

 

  • Doutor em Management, pela Universidade de Magdeburg, Alemanha.
  • Mestre em Gestão de Empresas, pela Fundação Getúlio Vargas

Professor Pesquisador Sênior da FGV EBAPE. Professor nas áreas de Liderança, Cultura Organizacional, Confiabilidade Humana, Gestão Estratégica de Pessoas, Gestão de Ativos Intangíveis e Mudança Organizacional. Coordenador de Relações Institucionais da FGV EBAPE; Coordenador do CIM (Corporate International Master’s) – Mestrado Internacional, aliança da FGV EBAPE com a Georgetown University – McDonough School of Business (EUA) e ESADE (Espanha). Foi coordenador do Mestrado em Gestão Empresarial no período de dezembro de 2010 a agosto de 2014. Foi professor exclusivo da Fundação Dom Cabral de 2006 a 2010. Professor convidado da Universidade de Magdeburg, Alemanha 2009-2010. Coordenador da Pesquisa Gestão Integrada de Ativos Intangíveis. Carreira em empresas privadas de 1992 a 2002 nas áreas de regulamentação de gestão de produtos.

Especialista no Diagnóstico Estratégico de Intangíveis Organizacionais. Experiência em consultoria em várias empresas nacionais e multinacionais nos temas cultura organizacional, desenvolvimento organizacional e desenvolvimento de lideranças.

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.