Notícias

(Última atualização: 21/08/2017 - 13:38)
17/08/2017

Mestrandos da EBAPE debatem os desafios das políticas de internacionalização em Lisboa

Alunos do Mestrado Profissional em Administração Pública (MAP) e do Mestrado Executivo em Gestão Empresarial (MEX) da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da FGV (EBAPE) participaram do Módulo Internacional no Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), considerada uma das mais importantes universidades de Portugal e pioneira no ensino de gestão e negócios. O curso, realizado de 17 a 21 de julho de 2017, teve como tema os “Desafios dos Processos e Políticas de Internacionalização no contexto da Comunidade Europeia”.

O objetivo foi oferecer aos 14 alunos participantes uma visão ampla dos principais desafios com os quais as organizações públicas e privadas defrontam-se na internacionalização da sua atividade, tendo como ênfase o contexto europeu. O programa, coordenado pelos professores Roberto da Costa Pimenta (EBAPE), Nuno Crespo (ISCTE) e Marcio Amaral (ISCTE), foi oferecido com exclusividade para alunos do MAP e do MEX. Ao final, o módulo teve a equivalência de uma disciplina dentro do programa dos mestrados profissionais. 

Ao longo do módulo, os alunos assistiram a palestras que deram um panorama sobre as diferenças entre o mundo anglo-saxônico, germânico e lusófono, no que se refere ao contexto político europeu, ao BREXIT, à internacionalização de empresas portuguesas, dentre outros assuntos que abrangem este tema. Os mestrandos puderam também visitar e conhecer os processos logísticos e organizacionais de importantes empresas, como a “The Navigator Company”, referência mundial no setor de papel, e a “José Maria Fonseca Vinhos”, tradicional vinícola portuguesa, fornecedora do vinho Periquita – bem conhecido no Brasil. Dentro das atividades culturais, foram realizadas visitas ao Mosteiros dos Jerônimos, ao Padrão dos Descobrimentos e à Torre de Belém. 

Para o aluno Marcos Paulo Montenegro, da turma MAP Intensiva 2016, no curso foi possível aprender e apreender a integração da esfera pública e privada nos contextos nacional e internacional de Portugal.

“A experiência na Universidade ISCTE foi muito gratificante. Em meu caso, particularmente, observar o modelo de articulação das esferas estatais visando a atender às demandas da população lusitana bem como o apoio das instituições da União Européia ao desenvolvimento sustentável dos países pertencentes ao bloco, instigou-me a buscar e estreitar o contato com o tema. Dessa forma (e dentro do meu nível de competência) poderei sugerir a implementação de outras abordagens de controle externo, atinentes ao meu ofício”, explicou ele. 

Os módulos de curta duração, realizados em parceria com instituições internacionais, são oferecidos duas vezes ao ano para os alunos dos mestrados profissionais da EBAPE e tem sido um importante diferencial do curso pela diversidade de temas abordados. Em 2017, além do curso no ISCTE (Portugal), os alunos do MEX e do MAP tiveram a oportunidade de participar de módulos internacionais Rutgers Business School (EUA) e na ESADE Business School (Espanha). 

O ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL) é uma instituição pública de ensino universitário criada em 1972. No âmbito das suas atividades de ensino, investigação e prestação de serviços à comunidade, é uma instituição universitária que se destina à formação de quadros e especialistas qualificados, cujas competências culturais, científicas e técnicas os tornam aptos a intervir no desenvolvimento sustentado não só do país, mas também a nível global.

Galeria: