Notícias

(Última atualização: 14/12/2017 - 16:49)
13/12/2017

Investidores-anjo analisam viabilidade de startups desenvolvidas por alunos da FGV EBAPE e do IME

A Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas (FGV EBAPE) e o Instituto Militar de Engenharia (IME) realizaram, no dia 24 de novembro, o evento “Startups FGV & IME: Pitch para Investidores”. O encontro teve o objetivo de criar um espaço de aprendizagem em conceitos e metodologias modernas de desenvolvimento de novos negócios e projetos em ambas as instituições.
 
O evento foi concebido pela Diretoria de Estudos de Novos Negócios (FGV DENN) e executado pela FGV EBAPE, integrando um conjunto de atividades realizadas no âmbito do convênio com o IME. A iniciativa foi pioneira pela criação de uma turma conjunta e teve como elemento principal a apresentação de 11 startups desenvolvidas entre os alunos de ambas as Escolas, buscando explorar a complementaridade existente entre os cursos de engenharia do IME e o de administração da FGV.
 
Os projetos foram avaliados por Ana Paula Wey Perez (sócia-fundadora da Triple Seven), Marcelo Teixeira (sócio da Neuf Capital), João Zecchin (sócio da Brave Investments), Marcos Semola (Founder Institute) e Guilherme Hug (sócio da Neuf Capital). Além dos investidores, o evento contou com a participação dos professores Antonio Pôrto (diretor da FGV DENN), Edson Kondo (vice-diretor da Escola Nacional de Administração e Economia – FGV ENAE), Carla Soares (coordenadora adjunta da Graduação Presencial da FGV EBAPE), General de Divisão Prado (comandante do IME) e Coronel Armando (subcomandante do IME), além dos professores do IME que participaram deste projeto: Major Ermírio, Major Aderson, Major Humberto e Capitão Ferrari.
 
O projeto escolhido como vencedor foi o Botmark, um serviço de identificação de robôs (bots) para avaliação do nível de automatização de fake news nas redes sociais e prevenção contra fraudes. A plataforma promove segurança digital, auxílio na mitigação de fake news, minimização de riscos, credibilidade e proteção de imagem. O serviço, altamente modularizável, atua nos segmentos do mercado financeiro (antifraude) e eleições (proteção à democracia). O diferencial do serviço é a identificação independentemente do idioma e do tipo de bot. 
 
Esse é o segundo pitch de negócios realizado em parceria com IME. A primeira edição foi realizada em dezembro de 2016.

 

Galeria: