Processo de Avaliação

(Última atualização: 09/11/2016 - 12:45)

Metodologia e Instrumentos para a Auto Avaliação

A Comissão Própria de Avaliação da Escola usa o seguinte método para seus trabalhos:

  • Grupo Focal, que consiste em trabalhos desenvolvidos pela Coordenadoria de Avaliação de Programas Educacionais da FGV/EBAPE;
  • Coleta de dados internos na instituição, através da Ouvidoria da FGV e da caixa de sugestões da Biblioteca da FGV;
  • Reuniões periódicas para avaliação dos dados coletados e discussões de propostas e projetos de melhoria institucional a serem apresentados e submetidos à Direção da Escola;
  • Elaboração dos relatórios, com base nos dados coletados, para permitir a disseminação do conhecimento sobre a Instituição, tanto interna quanto externamente. Este conhecimento possibilitará o contínuo processo de aperfeiçoamento acadêmico; e
  • Envio de relatórios e discussões às comissões pertinentes e representantes que participam do processo, gerando discussões que resultarão na melhoria contínua com o qual a FGV/EBAPE está comprometida.

Formas de Participação da Comunidade Acadêmica, Técnica e Administrativa

A auto avaliação da FGV/EBAPE conta, na constituição de sua CPA, com a participação de toda comunidade acadêmica, técnica e administrativa. Além disso, o processo avaliativo conta a participação de representantes da sociedade civil organizada, que integram também a composição da CPA. A participação destes atores institucionais é verificada em todas as etapas da auto avaliação.

Na etapa de preparação, por intermédio da CPA, estes atores são levados a refletir sobre a auto avaliação, assim como planejar o processo avaliativo.

Na etapa de desenvolvimento, estes atores integrantes da CPA são solicitados a colaborar ativamente nas discussões das quais resultarão as análises e preenchimento das informações pertinentes as dez dimensões avaliadas pelo artigo 3º da Lei 10.861/2004.

Por fim, após a organização dos dados e informações, os resultados verificados são transformados em relatório final ainda com a ativa participação dos membros da CPA. No decorrer deste processo, podem ser utilizados meios como reuniões, documentos informativos (impressos e eletrônicos), seminários e outros.

Formas de Utilização dos Resultados das Avaliações

O conjunto de avaliações realizado pela FGV/EBAPE resultará na construção de um sistema de informações com uma estrutura interativa para auxiliar na tomada decisões.

Com base nos dados coletados serão elaborados relatórios para permitir à Instituição tomar conhecimento dos desafios evidenciados, o que possibilitará o contínuo processo de aperfeiçoamento acadêmico.

Os resultados são encaminhados aos responsáveis pelos setores e aos representantes envolvidos no processo, de forma a promover discussões que resultarão na melhoria contínua com o qual a FGV/EBAPE está comprometida.

Os desafios encontrados por esses resultados tem a finalidade de priorizar as ações a curto, médio e longo prazo. Deste modo, estabelecer etapas para alcançar as metas para o futuro.

Os resultados das avaliações sugerem revisão de ações e redirecionamento das estratégias de atuação da Instituição. Servem ainda como ferramenta para o planejamento e gestão institucional, como instrumento de acompanhamento do desempenho acadêmico e do processo sistemático de informações à sociedade.

Os relatórios gerados servem para que a FGV/EBAPE identifique os pontos fortes e os desafios a serem enfrentados, envolvendo-se num processo de reflexão sobre as causas das situações positivas e negativas, assumindo assim a direção efetiva de sua gestão política, acadêmica e científica. Os resultados, portanto, também servem de base para revisar o planejamento das ações da Escola, bem como os projetos pedagógicos dos cursos.